0

API do Google Maps

imgresAPI Javascript do Google Maps

A google disponibiliza para desenvolvedores diversos exemplos de como integrar o google maps à sua página web através do uso de uma Api javascript. A API do Google Maps é um serviço gratuito que permite incorporar o Google Maps a suas páginas da Web ou a aplicativos móveis de modo livre, tendo um limite de visualização diárias.

A API nos permite criar mapas para aplicativos móveis, consultar dados geoespaciais, criar aplicativos baseados em localização e personalizar mapas. Clique no link abaixo para ler os termos de uso.

Termos de uso da API do google maps.

Exemplo de utilização da API

 

Resultado:

maps

Clique no link abaixo para ver mais exemplos:

Mais Exemplos de uso da API

0

Carregar Imagens com Javascript

js

Carregando Imagens em uma página HTML com Javascript.

Vamos realizar este tutorial em duas etapas, primeiro passo será criar a página HTML.

 

Observe que na linha 5, fazemos chamada a um arquivo javascript. Nele será implementada a função responsável por carregar a imagem na página.

Na linha 10 fazemos a chamada ao método loadImagem(), que será implementando no arquivo: jscript.js.

Na linha 20, definimos a <div> onde será carregada a imagem.

Por fim segue a implementação do arquivo jscript.js.

 

Simples assim.

comboImagens

Observação: O nome da imagem deve ser igual ao atributo value da opção <option>. No script estou concatenando a extensão .png. O ideal que todas as imagens a serem carregadas possuam a mesma extensão.

0

Variáveis em Javascript

jsVariáveis no Javascript

 As variáveis são endereços de memórias capazes de armazenar informações. Uma variável só pode armazenar um valor por vez, esse valor pode ser alterado durante a execução do script. As variáveis são usadas para armazenar valores ou expressões.

CRIANDO UMA VARIÁVEL

Podemos criar uma variável utilizando a declaração da linguagem o comando var, ou podemos também omitir o comando var e cria-la de uma forma direta.

Sintaxe:

 

No javascript podemos omitir o tipo de dados da variável, o mesmo é definido na hora da atribuição de um valor, exemplo se a variável recebe um texto entre aspas ela é um string, mas se caso a mesma variável receber um valor numérico inteiro as mesma é um int.

Exemplo:

VARIÁVEIS LOCAIS

Um variável local é uma variável que é declarada dentro de uma função, tornando-se local a função em que foi declarada, as variáveis locais só são reconhecidas dentro de sua função.

Exemplo:

VARIÁVEIS GLOBAIS

Um variável global é uma variável que é declarada fora de qualquer função,  e todos os scripts e funções contidas na página web pode acessa-la. Se declararmos uma variável sem o uso do var, automaticamente a variável se torna global.

Exemplo:

ATRIBUIÇÃO DE VALORES

Para atribuirmos valores a uma variável utilizaremos o sinal de = (igual) para passar o valor para a devida variável.

Exemplo:

EXIBIÇÃO DE VALORES

Para exibirmos o valor de uma variável usaremos a função document.write(), que é uma função responsável pela escrita de uma informação no navegador.

Exemplo:

ARITMÉTICA COM VARIÁVEIS

Uma variável também pode receber uma operação aritmética.

Exemplo:

 

0

Sintaxe e Implementação Javascript

jsSintaxe e Implementação Javascript

Para implementarmos scripts javascript em nossas páginas web necessitamos basicamente de um editor de texto e um navegador compatível com Javascript. Existem alguns editores de códigos mais sofisticados que exibem uma ajuda na hora de criarmos o nosso script, tais como poder trabalhar com diversas páginas ao mesmo tempo, colorir a sintaxe da linguagem destacando possíveis erros no código. Fica a critério do usuário a utilização do editor, particularmente utilizo o notepad ++ portátil pela praticidade e portabilidade.

Os scripts podem ser inseridos em uma página HTML ou em arquivos individuais contendo somente as declarações javascript. Em um primeiro momento criaremos os scripts em páginas HTML.

Para inserir um javascript em uma página HTML, devemos inseri-lo dentro de um delimitador chamado <script> como no exemplo abaixo:

Podemos fazer o uso de scripts em toda páginas desde que estejam entre o seu delimitador <script> e podemos inseri-lo também dentro de alguns atributos do HTML.

SINTAXE

O javascript apesar de não ser igual ao java como vimos no post anterior possui uma sintaxe semelhante ao mesmo pois foi baseado em java e também tem suas semelhança com a linguagem C.

Uma das semelhança com o java é que o javascript também é Case Sensitive, ou seja ele diferencia o uso de letras maiúsculas e minusculas na hora da criação de seus scripts, por isso fica atento ao uso do mesmo.

Exemplo de código:

O java script faz uso de um ponto e virgula no final de cada linha de código como um delimitador para a separação e quebra de linha das linhas de código, se torna essencial o uso de ponto e vírgula já que a maioria da linguagens fazem o uso do mesmo para quebra de linha de seu código.

0

Diferenças entre Java e Javascript

jsDiferenças entre Java e Javascript

java != javascript

 
Uma das maiores confusões que acontecem quando se fala em Javascript é a inevitável comparação com a linguagem de programação “Java”. É importante frisar, contudo, que Javascript NÃO TEM NADA A VER COM JAVA. Estas são duas técnicas diferentes de programação e portanto não guardam entre si mais relação que a sintaxe e poucas coisas mais. Java é uma linguagem de programação. Javascript é basicamente uma linguagem de hiper-texto. É útil pois muitas vezes precisa-se, por exemplo, utilizar algum recurso que torne a página mais dinâmica e mais bonita, sem ter de se incomodar com a programação. É útil também pois é bastante simples e foi projetada para fazer as coisas com rapidez.
Abaixo segue algumas diferenças entre Javascript e Java:

 

  1. A programação Java requer um kit de desenvolvimento e um compilador. Entretanto, Javascript não é uma linguagem que necessite que seus programas se compilem. Estes são interpretados pelo browser quando ele lê a página;
  2. Java é uma linguagem de programação fortemente tipada, ou seja, ao declarar uma variável é necessária a indicação de seu tipo e, então, não é permitida a mudança de seu tipo automaticamente. Por sua vez, Javascript não tem esta característica, e pode-se alocar em uma variável a informação que se deseja, independentemente de seu tipo. Ademais, pode-se mudar o tipo de informação de uma variável quando for necessário;
  3. Java é muito mais potente que Javascript, pois Java é uma linguagem de propósito geral, com a qual pode-se fazer aplicações para variadas funções. Javascript, entretanto, permite somente a escrita de programas que sejam posteriormente executados em páginas web;
  4. Os miniaplicativos Java são compilados em arquivos de classe para serem utilizados em uma página da web. JavaScript, porém, utiliza comandos simples de texto, que podem ser incluídos no próprio documento de HTML;
  5. Os miniaplicativos Java geralmente são exibidos em uma caixa dentro do documento de Web. Já scripts de JavaScript podem afetar qualquer parte do próprio documento da Web.
Apesar de diferentes e úteis para diferentes coisas, as duas linguagens podem até serem utilizadas em conjunto para combinar suas vantagens.

 

0

JavaScript Introdução

Introdução
O Javascript é uma linguagem que roda no lado cliente (já que quem suporta sua carga de processamento é o navegador) e é utilizada para criar pequenos programas que realizam ações em páginas web. Como é compatível com quase todos os navegadores modernos, é a linguagem do lado cliente mais utilizada.
Com Javascript podemos criar páginas mais “inteligentes”, inserindo efeitos especiais e recursos como: botões que mudam ao passar o mouse em cima, verificar se o preenchimento de um formulário está correto, dentre outras interatividades com o usuário. Como já foi dito, o responsável por interpretar e conseqüentemente executar essas instruções Javascript é o browser, que é, portanto, o maior (para não dizer o único) com que esta linguagem conta.
Algumas linguagens de programação para web são muito complexas, mas as linguagens de script são geralmente simples por possuírem sintaxes fáceis de entender, além de permitirem a combinação de script com HTML para deixar as páginas Web interativas. Outra facilidade do Javascript é que ela é uma linguagem interpretada e não compilada. O que acontece é que navegador executa cada linha de script como as recebe. Por este motivo é importante saber que a sintaxe Javascript é case sensitive, ou seja é sensível ao tipo de letra, sendo necessária atenção na escrita dos comandos. Caso contrário o Javascript interpretará, por exemplo, o que seria um comando como sendo o nome de uma variável. Coisas como essas são o que diferem Javascript de outras linguagens de programação em que os códigos devem ser compilados ou traduzidos em código de máquina antes de serem executados.

Exemplo de código em JavaScript: