0

Orientação a Objetos em PHP

phpMétodos e Objetos

Métodos

Um método é uma função definida dentro do escopo de uma classe. No PHP usamos a palavra reservada function para definir um método dentro do escopo de uma classe. Todos os métodos devem ficar dentro do escopo da classe { }. Os métodos também podem ser entendidos como funções que realizam tarefas com atributos de uma classe. Usando métodos podemos alterar o comportamento de um Objeto.

Sintaxe:

Objetos

Um objeto contém exatamente a mesma estrutura de uma classe, mantendo assim as suas propriedades. Porém a sua estrutura é dinâmica e seus atributos podem mudar de valor durante a execução do programa. Podemos declarar diversos objetos de uma mesma classe. Baseando-se na classe Pessoa criada no exemplo do capitulo anterior, criaremos um objeto para demonstrar as características de tal classe. Um objeto é composto de atributos e métodos.

Sintaxe:

Exemplo: ( Salve o exemplo com o nome: exibirdados.php )

O exemplo a seguir é baseado nos atributos da classe Pessoa da postagem anterior.

 

0

Orientação a Objetos em PHP

phpClasses

Uma classe é uma estrutura estática usada para descrever objetos através de seus atributos (propriedades) e métodos (funcionalidades). A classe é um molde ou template para a criação desses objetos. Uma classe pode representar as entidades negócio de uma aplicação (pessoa, cliente, conta, veiculo), entidades de conexão (conexão com o banco de dados, arquivos texto, arquivos XML, etc), entidades de interface (janelas, botões, painel, frames, barras). Uma classe é uma estrutura que define um tipo de dados, podendo ter atributos (variáveis) e funções (métodos).

Sintaxe:

Para criarmos uma classe utilizamos o operador class antes do nome da mesma, e o operador var antes do nome de seus atributos.
O escopo da classe é definido por: { }. Toda implementação, atributos e métodos deve ficar dentro das chaves da classe.

Exemplo: ( Salve o exemplo com o nome: Pessoa.class )

 

Além da criação de atributos uma classe também pode possuir métodos, que podem representar alguma regra de negócio, como por exemplo, exibir os dados de uma Pessoa, descontar o preço de um produto, etc.

Exemplo: ( Salve o exemplo com o nome: Pessoa.class )

Os membros de uma classe devem ser declarados da seguinte ordem: primeiro os atributos junto ao operador var e em seguida os métodos junto ao operador function.

0

Orientação a Objetos


Hand drawing empty diagramIntrodução a Orientação a Objetos

O conceito de orientação a objetos tem sido adotado por muitos programadores e linguagens de programação em virtude de sua flexibilidade, capacidade de reaproveitamento do código e facilidade de manutenção. O paradigma de Orientação a Objetos tem com princípio a representação de Objetos presentes no mundo real em forma de linguagem de programação, onde cada componente representado no mundo real representa um componente do programa, ou seja, cada componente do programa é tratado como um objeto, com suas características e funcionalidades, dentro de um conceito muito próximo ao abordado no mundo real.

Orientação a Objetos Vs Programação Estruturada

estruturapooA Programação Estruturada é um tipo de programação baseada em modularização, onde a ideia era dividir um programa em unidades menores conhecidas como procedimentos ou funções. Cada uma dessas unidades são construídas para desempenhar uma tarefa específica diversas vezes. Na Programação Estruturada os procedimentos ou funções se interligam através do uso de três mecanismos básicos que seguem: sequência, decisão e iteração.Na estrutura de Sequência, são representados os passos para executar determinada rotina em um programa. Já na estrutura de Decisão, é permitido selecionar um determinado fluxo para executar uma rotina dentro do programa. Já na estrutura Iteração, é permitida a execução repetitiva de um determinado bloco de comandos do programa.]

Algumas linguagens que utilizam a Programação Estruturada:

  • Pascal
  • Cliper
  • Cobol

Na Orientação a Objetos trabalhamos com estruturas que representam o nosso dia-a-dia, sobre qual possuímos uma maior compreensão. Para trabalharmos com Programação Orientada a Objetos (POO) é necessário entender todo o conceito de Classes e Objetos. O uso desta tecnologia trás uma série de vantagens na hora de desenvolver uma aplicação.

Vantagens da Orientação a Objetos

  • Reuso de Código
  • Facilidade de Manutenção ou Mudanças
  • Encapsulamento
  • Flexibilidade
  • Moduralização de Sistemas

Algumas linguagens que utilizam Orientação a Objetos:

  • C++
  • C#
  • Java
  • PHP